Endereço de e-mail

Senha

Imagem 1
Imagem 2
Imagem 3

Descrição do Produto

Informações da muda

Produção: sementeira.

Tipo: “sibling”.

Tamanho da muda: aproximadamente 10,0 cm de altura.

Expectativa de floração: dois a três anos.

Cultivo: relativamente fácil como a maior parte das espécies do gênero. Aceita bem diversos tipos de substrato em vasos de barro, vasos plásticos ou caixetas. Adapta-se melhor em locais com alta luminosidade e bom arejamento, evitando-se sol direto mais forte e encharcamento do substrato.

Floração: outono.

Tamanho quando adulta: planta de porte alto, quando adulta pode atingir mais de um metro de altura incluindo a inflorescência.

Tamanho da flor: média dentro do gênero, aproximadamente 8,0 cm.

Quantidade de flores: hastes florais longas com muitas flores quando bem cultivada.


Taxonomia

Nome correntemente aceito: Cattleya elongata.

Autor: Barb.Rodr.

Data da publicação: 1877.

Sinônimos: Cattleya nilsonii, Cattleya alexandrae, Cattleya alexandrae var. elegans, Cattleya alexandrae var. tenebrosa, Cattleya alexandrae var. maculata, Cattleya alexandrae var. rósea, Cattleya elongata var. elegans, Cattleya elongata var. tenebrosa, Cattleya elongata var. maculata, Cattleya elongata var. rósea, Cattleya elongata f. alba.

Origem: Bahia, com referências para Minas Gerais e Pernambuco (não comprovadas).

Habitat: Chapada Diamantina.

Altitude: até 1200 metros de altitude.

Quantidade de espécies deste gênero: considerando-se também os híbridos naturais seu número chega quase a 100 espécies; no Brasil mais de 60.


Outras informações

Espécies similares: Cattleya bicolor, Cattleya tenuis.

Características distintivas: facilmente reconhecida por sua inflorescência excepcionalmente longa com flores agrupadas no final, característica referida no nome da espécie.

PRODUTOS RELACIONADOS

Produtos Relacionados

Comentários