Endereço de e-mail

Senha

Imagem 1
Imagem 2

Descrição do Produto

Sophronitis wittigiana

Informações da muda

Produção: sementeira.

Tipo: "sibling".

Tamanho da muda: planta de porte pequeno, cerca de 5cm

Expectativa de floração: 2 anos

Cultivo: dentre as espécies do gênero é uma das de cultivo menos complicado, necessita de muita luz, ambiente arejado e de alta umidade atmosférica. Não suporta encharcamento.

Floração: inverno.

Tamanho quando adulta: planta compacta, até 7,0 cm de altura total, mas em regra menor.

Tamanho da flor: flores muito grandes em relação à planta, atingindo mais de 6,0 cm de diâmetro.

Quantidade de flores: haste floral uniflora, emergindo diretamente da base da folha, sem espata.


Taxonomia

Nome correntemente aceito: Sophronitis wittigiana.

Autor: Barbosa Rodrigues.

Data da publicação: 1878.

Sinônimos: Sophronitis purpurea, Sophronitis rosea, Sophronitis grandiflora var. purpurea, Sophronitis wittigiana var. longifolia, Hadrolaelia wittigiana, Hadrolaelia wittigiana f. candida, Sophronitis wittigiana f. candida, Cattleya wittigiana, Cattleya wittigiana f. candida, Cattleya wittigiana var. longifolia.

Origem: Espírito Santo e Minas Gerais.

Habitat: Mata Atlântica.

Altitude: acima de 800 metros de altitude.

Quantidade de espécies deste gênero: 10 espécies.


Outras informações

Nota: tem as maiores flores dentro do gênero.

Nota taxonômica: alguns taxonomistas consideram esse gênero sinônimo de Cattleya. Para outros é um verdadeiro absurdo.

Espécies similares: Sophronitis coccinea, porém de cor diferente e tamanho menor.

PRODUTOS RELACIONADOS

Produtos Relacionados

Comentários